POSTAGENS

sexta-feira, 27 de setembro de 2013

VIVEMOS EM PROL DO QUÊ?

VIVEMOS EM PROL DO QUÊ?

Nossa objetividade de vida é ficarmos partindo de um ponto ao outro, sabendo que voltaremos pelo mesmo caminho! O fato é que andamos realmente em círculos, firmados os pés como plumas e a cabeça totalmente voltada para a lua, numa giratória lerda, absurda e muito louca! Saímos por ai dando cambalhotas, numa diligência desesperadíssima e estressante! Na verdade, fomos fundamentados para isso, para darmos voltas em torno de nosso próprio eixo! O fato é que vivemos, na maioria do tempo, na incerteza, na dúvida e no ceticismo, querendo tudo para ontem, para mais ou pro agora! Nos enriquecemos na beleza física e nos empobrecemos na insatisfação plena, trabalhando em prol do nada! Nossa vanglória é de curta duração, e nossos desejos são quase sempre firmados em qualquer objetivo; desde que mantenhamos comunhões benéficas, corpos saudáveis, estômagos cheios e desejos ardidos! O certo é que temos grandes apetites e grandes utopias, sem precisar de grandes esforços para alcançá-los! Fomos treinados para atingir metas, no intuito que novos sonhos se façam presentes, e mais outros e outros... alegando que nada do que vivemos faz algum sentido!
Assim, vamos levando nossa vidinha azeda e medíocre, na riqueza ou na pobreza, em missão de combate corpo a espírito, centrados numa curva fechada, e vivendo em prol de algo ilusório e desconhecido! Então, pergunto-vos: Estamos vivendo em prol do quê? 
Sugiro que nesses dias difíceis tracemos expectativas, objetivos e propósitos, para que não cheguemos a delapidar àquilo que já nos fora alicerçado no início! Afinal, se não sabemos dar graças ao que temos conseguido por meio de esforços, certamente nos empenharemos em alcançar grandes resultados, lembrando que o preço elevado da vida é o nosso tão ambicionado valor!!
                                                                                      Gláucia Cardoso