POSTAGENS

segunda-feira, 11 de novembro de 2013

UM DIA DE CADA VEZ!!

"Há circunstâncias na vida em que determinamos que o tempo nos favoreça a sua cronometragem espaçada, para que, assim, adulteremos seus resultados! É que o tempo corre demais, assim como nossa vida diária e as coisas que desejamos obter! Queremos tudo ao nosso ver, pra já e pro agora, não tendo tempo certo para se fazer paragens ou seleções! Somos levados pela pressa, pelo capricho e pelas prioridades exclusivistas, numa urgência de nos auto-afirmar num quesito de "nós para com nós mesmos"! É que, entrados em erupção, vamos adulterando sonhos, fazendo os resultados se chocarem e se voltarem para os avessos! Daí, levados pela urgência de boicotarmos o tempo, vamos alterando nossas formas, dando lugar ao enfraquecimento, ao abatimento e a melancolia! Na pressa, assinalamos desastres e possíveis catástrofes, referente aquilo alcançado sem o prévio cuidado ou a devida atenção! Mediante argumento, não há futuro que resista, nem sonhos, nem projetos e nem grandes lutas! Não basta apenas dizer que o tempo necessite de um tempo para florescer e dar frutos, mas que devamos realmente vivenciá-lo um dia após o outro! Longe disso é permanecermos negligenciando as coisas que encerram tempos, épocas ou estações, tendo ciência que não podemos correr em direção contrária ao do vento! Afinal, os dias de "hoje" nos serão rotulados como "ontem", assim como os dias de "amanhã" serão chamados de dias seguintes! É essa a verdadeira beleza e essência do aguardamento, para que, no tempo certo, floresçamos e superabundemos! Entende-se, portanto, que é sábio esperarmos sempre vigiando, desde a manhã até o crepuscular do dia seguinte! Afinal, a sapiência do homem provem de valores, e os valores, estando em alta, gerarão novas forças, e as forças, certamente nos levarão a crescer! Alem de que, a vida é finita, não podendo desperdiça-la com ansiedades, impaciências ou insignificâncias!"
                                Gláucia Cardoso